TRÊS "ERRES" FUNDAMENTAIS